Relatorio de estagio drogaria 1

83 VISUALIZAÇÕES DOWNLOAD
Cursos 24 Horas - Cursos Online com Certificado
Ferrari Red Power Masculino Baner Horizontal(728x90)
83 VISUALIZAÇÕES DOWNLOAD

UNIVERSIDADE GUARULHOS

CURSO DE FARMACIA E BIOQUIMICA

DAVIS MUNHOZ

RA: 2006111161

RELAT?ôRIO DE EST?üGIO EM DROGARIA

Guarulhos

2009

UNIVERSIDADE GUARULHOS

CURSO DE FARMACIA E BIOQUIMICA

DAVIS MUNHOZ

RA: 2006111161

RELAT?ôRIO DE EST?üGIO EM DROGARIA

Relat??rio de estagio Supervisionado

Apresentado ao curso de

Farm?ícia e Bioqu?¡mica da UNG

Realizado na drogaria Gui-Farma

Dia 14/10/09 at?® 24/11/09

Guarulhos

2009

DADOS PESSOAIS

Estagi?írio: Davis Munhoz

CPF:

RA:

Endere?ºo:

Bairro:

Cidade/UF: Guarulhos-SP

Curso: Farm?ícia

Per?¡odo letivo:

DADOS DA CONCEDENTE

GUI-FARMA DROGARIA LTDA ME

Endere?ºo:

Bairro:

Cidade/UF:

CNPJ:

Farmac?¬utica:

RG:

SUM?üRIO

INTRODU?ç?âO ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ3

OBJETIVO .3

CARACTERISTICAS DO CONCEDENTE 23

3.1. Hist??rico ..23

3.2. Organograma da Empresa 23

3.3. Layout ..23

3.4. Fluxograma de Trabalho ..

3.5. Balc?úo de dispensa?º?úo ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ.

3.6. Informatiza?º?úo ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ..

3.7. Aplica?º?úo de Injet?íveis ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ

3.8. Controle da Portaria 344/98 ..

3.9. Controle da ?ügua utilizada e limpeza ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ..

DESCRI?çOES DAS ATIVIDADADES ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ

ROTEIRO DE INSPE?ç?âO PARA DROGARIAS ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ..

ESTUDO CRITICO ..

ANEXO DOS HORARIOS E DIAS DO EST?üGIO ÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪÔǪ

BIBLIOGRAFIA .

INTRODU?ç?âO

O est?ígio supervisionado em farm?ícia, coordenado pela docente Professor Sergio Mengardo, da UNG ÔÇô Universidade Guarulhos,foi realizado na Drogaria GUI-FARMA DROGARIA LTDA ME, no per?¡odo de 14/09/2009 a 24/10/2009, cumprindo a carga hor?íria prevista pela universidade de 170 hs.

No campo de est?ígio, a supervisora foi a farmac?¬utica Ana Clara de Lima, farmac?¬utica respons?ível da institui?º?úo concedente, que durante todo o per?¡odo, instruiu, acompanhou e orientou as atividades exercidas pelo estagi?írio.

OBJETIVO

O est?ígio supervisionado em farm?ícia, coordenado pela docente Professor Sergio Mengardo, da UNG ÔÇô Universidade Guarulhos,foi realizado na Drogaria GUI-FARMA DROGARIA LTDA ME, no per?¡odo de 14/09/2009 a 24/10/2009, cumprindo a carga hor?íria prevista pela universidade de 170 hs.

No campo de est?ígio, a supervisora foi a farmac?¬utica Ana Clara de Lima, farmac?¬utica respons?ível da institui?º?úo concedente, que durante todo o per?¡odo, instruiu, acompanhou e orientou as atividades exercidas pelo estagi?írio.

3 ÔÇô CARACTERISTICAS DA EMPRESA CONCEDENTE

3.1 ÔÇô HIST?ôRICO.

3.2 – ORGANOGRAMA DA EMPRESA

SHAPE \* MERGEFORMAT

3.3 ÔÇô LAY OUT.

SHAPE \* MERGEFORMAT

3.4 – FLUXOGRAMA DE TRABALHO

SHAPE \* MERGEFORMAT

3.5 ÔÇô BALC?âO DE DISPENSAC?âO

O balc?úo de dispensa?º?úo de medicamentos ?® o local onde est?úo os medicamentos tarjados organizados em ordem alfab?®tica separados por apresenta?º?Áes e formas farmac?¬uticas para facilitar a visualiza?º?úo e identifica?º?úo dos produtos, sendo que existe uma prateleira exclusiva para medicamentos gen?®ricos, que tamb?®m est?úo em ordem alfab?®tica.

Para os medicamentos que necess?írios os cuidados de conserva?º?úo sob refrigera?º?úo, eles ficam separados dos demais em uma geladeira e ela fica localizada atr?ís do balc?úo. Em outros casos, os medicamentos de controle especial e os medicamentos tarjados est?úo armazenados junto com os demais produtos, onde cabe somente o farmac?¬utico ter acesso para libera?º?úo destes produtos. Os itens s?úo separados por setores na loja, sendo os setores de perfumaria, higiene pessoal e tamb?®m as g??ndolas.

3.6 ÔÇô INFORMATIZA?ç?âO

Para todas as atividades que s?úo realizadas na drogaria, elas s?úo informatizadas, todos os computadores em rede mantendo o sincronismo onde ocorre desde a consulta dos pre?ºos dos produtos, passando pelo controle de estoques at?® o fechamento di?írio e mensal, facilitando o controle interno nos per?¡odos de invent?írio, ou balan?ºo mensal.

Para cada produto que ?® comercializado pela loja, assim que ele passa pelo caixa, por meio da leitura do c??digo de barras, automaticamente ocorre baixa do estoque do produto onde que no final do dia, se consegue gerar um relat??rio para verificar a quantidade dos produtos em estoque e se efetuar, atrav?®s de relat??rios das curvas, o pedido junto as distribuidoras de forma adequada e racional, obtendo um estoque ideal tanto para oferecer os produtos para os pacientes como visando a lucratividade da loja.

3.7 ÔÇô APLICA?ç?âO DE INJET?üVEIS.

Na Drogaria Gui-Farma ?® feito ?á aplica?º?úo de injet?ível somente mediante apresenta?º?úo da receita m?®dica. Caso contr?írio, de forma nenhuma ?® aplicado um injet?ível sem a prescri?º?úo. Os funcion?írios s?úo habilitados para efetuar a aplica?º?úo de injet?íveis, onde que os funcion?írios possuem o curso de aplica?º?úo de injet?íveis estando habilitados para efetuar as aplica?º?Áes e supervisionados pelo farmac?¬utico para que n?úo ocorra nenhum problema com os pacientes.

O procedimento quando um cliente chega com uma receita de medicamento injet?ível ?® pegar o produto na prateleira e questionar se o paciente deseja que seja aplicado naquele momento. Caso o cliente queira aplicar, n??s o acompanhamos at?® a sala de aplica?º?úo, anotamos a data da aplica?º?úo, os dados do paciente, o nome e CRM do m?®dico solicitante, o nome do funcion?írio que ir?í fazer a aplica?º?úo e por fim, quando terminar a aplica?º?úo, a assinatura do farmac?¬utico no livro de aplica?º?úo de injet?íveis.

3.8 – CONTROLE DA PORTARIA 344/98

A farm?ícia Gui-Farma optou n?úo dispensar os medicamentos de controle especial da portaria 344/98.

3.9 – CONTROLE DA ?üGUA ULTILIZADA E LIMPEZA.

4-DESCRI?çOES DE ATIVIDADES

O estagi?írio foi supervisionado pela farmac?¬utica durante todo o per?¡odo, pelo fato que o estagi?írio necessita do farmac?¬utico presente para que possa receber todas as informa?º?Áes e orienta?º?Áes necess?írias no seu est?ígio.

A farmac?¬utica Ana Clara de Lima me apresentou todos funcion?írios da loja e todos os planos de carreira, tanto para farmac?¬utico como para funcion?írios. Ela tamb?®m me mostrou as instala?º?Áes da loja, a forma como os produtos est?úo distribu?¡dos, os pontos estrat?®gicos, os principais clientes, a m?®dia da faixa et?íria dos clientes, a sala de aplica?º?úo de injet?íveis, materiais para consulta como DEF ÔÇô Dicion?írio de Especialidades Farmac?¬uticas e Guia de medicamentos, a geladeira com os produtos sob refrigera?º?úo, o arm?írio de medicamentos controlados e disposi?º?úo de medicamentos tarjados na prateleira.

Assim que foi conhecida toda a estrutura da loja e a integra?º?úo com os funcion?írios, me mostrou a sua metodologia de trabalho quanto as principais caracter?¡sticas de atendimento no balc?úo, o modo de como me comportar diante o cliente, indiferente ele sendo paciente ou profissional da ?írea da sa??de e todas regras que seguem os funcion?írios da Drogaria Gui-Farma apresentou-me toda a informatiza?º?úo da loja, como pesquisar pre?ºos ou descri?º?úo dos produtos e como s?úo feitas as reposi?º?Áes.

5 ÔÇô ROTEIRO DE INSPE?ç?âO PARA DROGARIAS.

1. ADMINISTRA?ç?âO E INFORMA?ç?òES GERAIS: ?á

S?á

N?á

N/A?á

1.1 ?á

N?á

O Respons?ível T?®cnico est?í presente? ?á

X

1.2 ?á

R?á

As ?íreas internas e externas est?úo em boas condi?º?Áes f?¡sico-estruturais ? ?á

X

1.3 ?á

N?á

O acesso ao estabelecimento ?® independente de forma a n?úo permitir comunica?º?úo com resid?¬ncias ou qualquer outro local distinto do estabelecimento? ?á

X

1.4 ?á

R?á

2Existem sanit?írios? ?á

X

1.5 ?á

N?á

Est?úo limpos e possuem pia com ?ígua corrente? ?á

X

1.6 ?á

R?á

Os esgotos e encanamentos est?úo em bom estado de conserva?º?úo? ?á

X

1.7 ?á

R?á

Existe um programa de sanitiza?º?úo (desratiza?º?úo, desinsetiza?º?úo, etc.) bem como registros de sua execu?º?úo? ?á

X

1.8 ?á

N?á

As instala?º?Áes mant?¬m boas condi?º?Áes higi?¬nico-sanit?írias (pisos, balc?Áes e paredes de cor clara, lav?ível, de f?ícil higieniza?º?úo)? ?á

X

1.9 ?á

N?á

Os locais est?úo limpos, sem poeira ou sujeira aparente? ?á

X

1.10 ?á

R?á

A ventila?º?úo e ilumina?º?úo s?úo suficientes? ?á

X

1.11 ?á

INF?á

Existe equipamento de seguran?ºa para combater inc?¬ndios? ?á

X

1.12 ?á

N?á

O acesso a extintores e mangueiras est?í livre? ?á

X

1.13 ?á

INF?á

Existe local para refei?º?Áes dos funcion?írios? ?á

X

1.14 ?á

R?á

Disp?Áe de local para guarda dos pertences dos funcion?írios? ?á

X

1.15 ?á

R?á

Os funcion?írios s?úo submetidos a exames m?®dicos admissionais e peri??dicos? ?á

X

1.16 ?á

N?á

Possui placa de identifica?º?úo do estabelecimento conforme legisla?º?úo vigente? ?á

X

1.17 ?á

N?á

A licen?ºa de funcionamento (alvar?í) est?í devidamente afixado em lugar vis?¡vel ao p??blico? ?á

X

2. ARMAZENAMENTO E DISPENSA?ç?âO DE PRODUTOS: ?á

S?á

N?á

N/A?á

2.1 ?á

INF?á

Existe local para o armazenamento de produtos? ?á

83 VISUALIZAÇÕES DOWNLOAD